A Polícia Civil deflagrou no final da madrugada desta quinta-feira (dia 8) uma grande operação visando desarticular uma organização criminosa. A ação é resultado de investigações da delegacia de Rio das Flores e está sendo coordenada pelo delegado Rodolfo Atala que até recentemente atuou como adjunto em Volta Redonda. Até o momento, duas pessoas foram presas.

O bando, segundo ele, é suspeito de cometer os crimes de tráfico de drogas, associação para o tráfico, lavagem de dinheiro e coação no curso do processo. A operação conta com apoio de diversas delegacias e da Polícia Militar para cumprir nove mandados, entre prisão e busca e apreensão.

Policiais civis e militares estão mobilizados desde a madrugada para cumprir os mandados expedidos pela Comarca de Rio das Flores. Foto: Polícia Civil

Há também determinação judicial para quebra de sigilo de dados dos criminosos. Os alvos são traficantes violentos que atuam em diversas cidades dos dois estados, inclusive contra usuários de drogas.

Atala citou como exemplo o caso de um dependente químico que, confundido com “X9”, como são chamados os informantes da polícia, teve que fugir da cidade para não ser executado.

Um homem que seria o número 2 da operação foi o primeiro a ser preso. Os agentes estão no encalço de um homem suspeito de liderar a quadrilha em MG, que fugiu de cueca por uma área de mata, deixando a mulher para trás. Ela também foi presa.

O delegado deverá divulgar um balanço da operação ainda nesta quinta-feira.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui