A Polícia Federal e o Ministério Público Federal (MPF), em conjunto com a Controladoria Geral da União (CGU), deflagraram, na manha desta terça-feira (dia 24), a Operação Octopus, com o objetivo de cumprir 10 mandados de busca e apreensão em endereços ligados à Prefeituras e Secretarias Municipais de Saúde de Búzios, Araruama, São Pedro da Aldeia, Saquarema e Iguaba Grande, municípios localizados na Região dos Lagos do Rio de Janeiro.

A Operação Octopus investiga possíveis irregularidades em contratos na área da saúde. De acordo com a PF, os valores destes contratos se aproximam dos R$ 30 milhões. A ação conta com a participação de 41 agentes públicos da PF, MPF e CGU.

Ainda segundo a PF, as investigações partiram do compartilhamento de informações da operação Scepticus, na qual se apurou fraude na aplicação de recursos do Fundo Municipal de Saúde nos municípios de Carapebus e Campos dos Goytacazes, no Norte Fluminense.

Indícios apontam que o mesmo esquema poderia estar sendo replicado nas cidades da Região dos Lagos, com vasto prejuízo ao erário público. São alvos da investigação pelo menos 7 contratações com as empresas envolvidas. Dentre as suspeitas de fraude verificadas estão a escolha de empresas com sede em endereços residenciais, sem empregados e bens.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui