Agentes da Polícia Rodoviária Federal resgataram, na noite deste sábado (dia 28), uma jovem de 23 anos que caminhava de forma perigosa às margens da BR-393 (Rodovia Lúcio Meira), na altura do distrito de Dorândia.

Segundo a PRF, agentes em patrulhamento viram a jovem caminhando e correndo sérios riscos de ser atropelada. Ela aparentava ter algum tipo de deficiência intelectual, apresentando sinais de vulnerabilidade.

Mesmo com a dificuldade para se comunicar com ela, agentes convenceram a jovem a aceitar ajuda. Ela foi levada ao posto da PRF, onde recebeu alimentação e cuidados médicos especializados.

A jovem não portava nenhum documento e não sabia explicar sua origem ou parentescos. Enquanto isso, outra equipe da PRF se deslocou ao Centro de Apoio Integrado Oswaldo Aranha (CAI), um educandário para pessoas em condições de vulnerabilidade, também no distrito de Dorândia.

Ao chegarem no local, agentes tomaram conhecimento de que uma das internas, de 23 anos, havia desaparecido no início da tarde, sendo procurada em todo o distrito e arredores.

Ainda segundo a PRF, a diretora do educandário seguiu com a equipe até o posto da PRF, reconhecendo a jovem como a interna que havia desaparecido.

De acordo com a diretora, a família da jovem encontra-se em Araruama (RJ) e vive em situação de extrema pobreza não tendo condições de cuidar dela.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui