As constantes reclamações dos usuários de transporte público coletivo levaram o prefeito Samuca Silva (PSDB) a pressionar as empresas de ônibus por melhorias na qualidade do serviço. O governo municipal promete jogar duro, aumentando a fiscalização nas ruas, multando os veículos irregulares e até mesmo suspendendo o direito de administrar linhas por descumprimento de cláusulas contratuais.

A decisão foi anunciada na quintafeira (dia 14) aos proprietários das empresas de transporte de passageiros durante reunião emergencial na sede da prefeitura. “Um dos grandes problemas da nossa cidade atualmente é o transporte coletivo. Tá muito ruim! Todos os dias recebemos dezenas de reclamações sobre esse tema. Houve uma renovação de parte da frota em dezembro de 2017, que gerou benefícios à população, mas os problemas ainda persistem”, analisou Samuca em postagem publicada nas redes sociais.

Presidente do Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros (SindPass), Paulo Afonso de Paiva Arantes citou a queda no faturamento, relacionando com a entrada no mercado de empresas de aplicativos de transporte, o que estaria afetando a categoria. “O Uber, que é uma realidade no mundo inteiro, é um agravante, afetando a mobilidade urbana. Ainda mais no Brasil, um país ainda em desenvolvimento. O governo federal deu incentivo para compra de carro e não agiu da mesma com o transporte coletivo, afetando o dia a dia das empresas”, justificou.

O empresário criticou ainda a metodologia aplicada no cálculo do valor das tarifas de ônibus. “As empresas do transporte coletivo foram severamente prejudicadas por políticas erradas de tarifação de trânsito. Faltou investimento na mobilidade e afetou diretamente o transporte por ônibus, principal responsável pela locomoção de trabalhadores e a população em geral”, analisou.

O prefeito Samuca, por sua vez, enfatizou a necessidade de novos in vestimentos das empresas de ônibus para atender os usuários de transporte coletivo do município. “Tenho plena certeza que você, cidadão, merece um serviço melhor do que esse que hoje é prestado. Foi comprometido novos ônibus para nossa cidade. Estou fiscalizando e cobrando diariamente melhorias para a população. Em breve novas ações serão efetuadas para que o direito do usuário seja garantido”, destacou.

Na reunião no Palácio 17 de Julho, o presidente do SindPass anunciou a aquisição imediata de 31 novos ônibus pela Sul Fluminense e dez da Elite, que encomendou outros dez, com previsão para entrega em abril. “A prefeitura vem penalizando as empresas, impondo investimentos ao longo dos anos. Ao mesmo tempo, o prefeito Samuca Silva tem cobrado maior eficiência e renovação da frota. O sistema pressionado pela administração, mesmo sem uma tarifa justa, adquiriu 31 novos ônibus que entrarão em circulação em linhas com maiores números de reclamações nas próximas semanas”, finalizou Paulo Afonso.

Foto: Reprodução do Facebook

2 COMENTÁRIOS

  1. Sul Fluminense comprou 31 ônibus novos? Não, são ônibus seminovos, que vieram das empresas Salineira de Cabo Frio e Rodoviária Matias do RJ. Os ônibus da Elite são novos, os da Sul Fluminense não.

  2. Esses empresários pensam que somos idiotas! Falar que o serviço de transporte por aplicativo (Uber) afetou o faturamento das empresas de ônibus, tem que rir!!! O que falta são empresas concorrentes, aí quero ver se não colocam mais ônibus e começam a seguir os horários. Para Três Poços só tem uma empresa de ônibus, eles fazem o que querem. Colocam vários ônibus da linha Pinheiral para nos obrigar a pagar tarifa mais cara, se não quiser chegar atrasada no trabalho.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui