Mais um acidente foi registrado no interior da Usina Presidente Vargas, em Volta Redonda. Desta vez, um prestador de serviço da Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) sofreu uma descarga elétrica e ficou ferido. O fato aconteceu na manhã de sexta-feira (dia 31), em um dos painéis da LTQ2, setor de laminação de tiras a quente.

O trabalhador da empresa MP Trafos, especializada em elétrica e alta tensão, foi socorrido em hospital particular da cidade e seu quadro clínico é considerado estável. Segundo informações, o eletricista, que não teve o nome divulgado, sofreu uma descarga de 13,8 quilovolt, que provocou queimaduras nas mãos e na boca.

Em nota, a empresa MP Trafos informou que o funcionário trabalhava em cubículo de média tensão no LTQ2, que deveria estar desenergizado. Ainda segundo a empresa, está sendo feita uma apuração minuciosa sobre o acidente, podendo ter ocorrido um retorno de tensão. A MP Trafos disse ainda que, dentro de alguns dias, o funcionário deve receber alta.

A CSN, por sua vez, informou que a “MP Trafos Engenharia, de acordo com seus procedimentos internos de segurança, pautados na certificação de normatização OSHAS 18001, já está procedendo as apurações necessárias para análise do arco elétrico ocorrido durante atividade da equipe na empresa, na Usina Presidente Vargas”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui