Um homem morreu no início da tarde desta quinta-feira (dia 19) em Resende após trocar tiros com policiais militares do 37º Batalhão. Abramo Barbosa Vieira Goulart, conhecido como Maranhão, é apontado como um dos suspeitos de participação no assassinato do sargento Alexandre Balbino da Silva, de 44 anos. O agente foi assassinado a tiros, na madrugada de ontem, em frente ao posto de combustível no bairro Paraíso, no km 305 da via Dutra.

De acordo com as primeiras informações, uma viatura do Posto de Policiamento Comunitário (PPC) do bairro Paraíso foi recebida a tiros quando trafegava no sentido Rio da Dutra, próximo ao bairro Fazenda da Barra III, dando início ao confronto. Maranhão não resistiu aos ferimentos e morreu no local. Com ele, a PM apreendeu uma pistola.

Buscas estão sendo realizadas na tentativa de localizar os demais integrantes do bando que matou o policial militar. O corpo do sargento foi enterrado na tarde de quarta-feira no Cemitério Portal da Saudade. 

Disque-Denúncia

O Disque-denúncia está oferecendo R$ 5 mil de recompensa a quem der informações que levem à prisão dos assassinos do militar que era lotado no 37º Batalhão, mas residia em Volta Redonda. Ele deixa esposa e um filho.

Ele estava de folga com seu carro estacionado no estabelecimento quando pelo menos três bandidos armados apareceram no local em um Honda Civic. Houve uma intensa troca de tiros, quando o policial foi atingido. Após os disparos, os bandidos fugiram levando a arma do agente.

Levado para Hospital Samer, em Resende, o sargento que completaria 18 anos de serviço na PM no próximo dia 5 não resistiu aos ferimentos e morreu na sala de cirurgia. 

O caso é investigado pela 89ª DP (Resende). “Diligências estão em andamento para elucidar o fato e descobrir a autoria do crime. Outras informações não podem ser divulgadas para não atrapalhar as investigações”, disse em nota a Policia Civil.

Com a morte do sargento chega 35 o número de Agentes de Segurança Pública assassinados em 2019, sendo 33 PM, um Guarda Municipal e um da Aeronáutica.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui