O Voltaço está perto da semifinal da Taça Guanabara. Mesmo debaixo de chuva e com campo encharcado, a equipe derrotou a Portuguesa por 2 a 0, na noite desta segunda-feira (dia 3) e assumiu a liderança do grupo B, chegando aos 12 pontos, mesmo número do Fluminense. Porém, o ataque do Esquadrão de Aço tem um gol a mais que o tricolor das Laranjeiras.

Os gols saíram no segundo tempo, marcado por João Paulo, de pênalti, e Bruno Barra, ambos no segundo tempo da partida em que a Portuguesa esteve melhor na etapa inicial. O time luso terminou o jogo com dois jogadores expulsos.

O próximo jogo do Voltaço será no sábado, às 18 horas, contra o Boavista, em Bacaxá.

Adversário melhor no campo pesado

O primeiro tempo foi marcado pela Portuguesa se mostrando mais consistente na maior parte do tempo, mesmo com a dificuldade no campo de jogo. O time da Ilha do Governador teve melhor desempenho e criou ao menos três boas chances de abrir o placar.

Tanto que, logo aos 2 minutos, numa cobrança de falta, o goleiro Douglas Borges teve de ser esforçar para mandar para fora a bola lançada na área por Romarinho. O goleiro do Voltaço voltou a trabalhar aos 30 minutos, salvando num chute de Maicon Douglas, que bateu de primeira.

Sem que o Tricolor de Aço chegasse com efetivo perigo, a Portuguesa teve que fazer a substituição do goleiro Jefferson por Max, pois o titular reclamou de dores na coxa depois de cobrar um tiro de meta.

No entanto, quem voltou a ter trabalho foi Douglas Borges. O goleiro do Volta Redonda espalmou mais uma bola, desta vez em conclusão de Romarinho.

Gol no início do 2º tempo

O intervalo do jogo fez bem ao Voltaço. A equipe retornou ao jogo parecendo mais atenta e o gol não demorou a sair. Logo aos 9 minutos, Bernardo fez boa jogada, sendo derrubado pelo zagueiro Marcão. O pênalti foi marcado, o zagueiro recebeu cartão vermelho e João Carlos cobrou com categoria para fazer seu quinto gol na Taça Guanabara e 1 a 0 para o Esquadrão de Aço.

Com a vantagem, o Volta Redonda teve tranquilidade para buscar administrar o jogo no campo pesado e se valer da superioridade numérica para tentar ampliar o marcador. Isso ocorreu aos 30 minutos, num golaço marcado por Bruno Barra. Numa jogada pelo alto, o goleiro da Portuguesa saiu mal e o meia acertou um belo voleio, decretando 2 a 0.

Se já não estava bom para a Portuguesa, pior ainda ficou aos 38, quando Luiz Gustavo – ex-jogador do Voltaço –, que já havia sido advertido com o amarelo, recebeu cartão vermelho por entrada forte em Pedrinho, deixando a Lusa com dois a menos.

Ao Volta Redonda restou apenas fazer o tempo passar e confirmar sua quarta vitória em cinco jogos. Apesar do público pequeno – os números não haviam saído até o momento desta publicação – a torcida saiu festejando. E não é para menos. (Foto: André Moreira)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui