Iniciado em 1º de janeiro deste ano, o programa ‘Orgulho de Volta’ completa 45 dias neste sábado (dia 15). Segundo levantamento da secretaria Extraordinária de Projetos Especiais e de Captação de Recursos (Sepro), a prefeitura de Volta Redonda investiu aproximadamente R$ 16 milhões nestas primeiras semanas.

Os recursos foram aplicados em uma extensa lista de realizações, que vai da compra de equipamentos para a área de saúde à construção de rede de drenagem e abastecimento de água. “É um programa de governo que prevê um investimento por dia ao longo do ano de 2020. Desde o início de janeiro nós já fizemos várias entregas. Começamos lá no dia 1º de janeiro, com o terceiro ônibus elétrico para o Tarifa Comercial Zero, e tivemos várias entregas importantes ao longo desses 45 dias de programa”, afirmou Joselito Magalhães, secretário do Sepro e coordenador do programa.  

Até o momento, 26 bairros foram beneficiados com ações que potencializam a melhoria da vida da população. O prefeito Samuca Silva (PSDB) projeta a aplicação de mais de R$ 13 milhões apenas com pavimentação de ruas. “E ainda teremos mais melhorias para a cidade nos próximos meses”, garantiu o chefe do Palácio 17 de Julho.

O programa abrange também a assinatura de convênios, como o celebrado com o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). O acordo assinado na quarta-feira (dia 12) visa descentralizar serviços do órgão federal, criando um posto de atendimento no bairro Retiro. “Em breve, a unidade já estará funcionando para atender a população de Volta Redonda, que terá no ‘Na Hora’ os atendimentos que eram realizados apenas no Centro. Prestar um bom serviço para a população é dever do poder público e, através dessa parceira, vamos melhorar ainda mais esse atendimento”, contou Samuca.

Um dos pontos altos da programação até agora, na avaliação Joselito Magalhães, foi o início da instalação de duas torres para levar telefonia móvel para os moradores do bairro São Sebastião. “Têm aquelas obras que são específicas para as comunidades dos bairros e aquelas entregas que atendem a cidade inteira, mais abrangente”, pontuou o secretário. De acordo com a Empresa de Processamento de Dados (EPD-VR) o sinal de celular tem previsão para começar a funcionar, em definitivo, na primeira quinzena de março.

Nestes primeiros 45 dias de ‘Orgulho de Volta’, 15 setores da administração municipal, incluindo secretarias e autarquias, já fizeram entregas. Até o final do ano, todas as pastas da administração estarão envolvidas, mesmo aquelas mais operacionais. A estimativa é que até 31 de dezembro sejam investidos cerca de R$ 100 milhões em ações exclusivas do projeto. “Estamos falando de obras estruturantes, de assinatura de convênios. Obras de saneamento básico, na área de Educação, Saúde, Esporte e Lazer, entretenimento. Isso torna o projeto extremamente abrangente, inovador e audacioso”, analisa Joselito.                     

A agenda prevê para os próximos dias ações de plantio de mudas e projetos concentrados nas áreas de Educação e Saúde. “Não é um programa eleitoreiro. É um programa que prevê entregas importantes para a população, e fazendo uma análise do que aconteceu até aqui, este governo passou três anos organizando a casa, arrumando internamente. Fizemos reforma administrativa. A gente pôde trabalhar ao longo desses anos organizando e renegociando todas as dívidas, e tudo que está sendo entregue agora são com recursos próprios da prefeitura, com muita responsabilidade fiscal, acima de tudo. Porque fazer com recursos próprios significa que a gente não está aumentando o endividamento do município. É gastar aquilo que a gente pode”, concluiu o chefe da Sepro. 

Foto: Secom VR

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui