A expansão de casos de coronavírus em Volta Redonda começa a atingir inclusive crianças. Durante pronunciamento nesta terça-feira (dia 7), o prefeito Samuca Silva (PSC) informou que uma bebê de 26 dias e um menino de 1 ano estão entre os novos infectados. Não foi informado qual a forma de contágio.  

A Cidade do Aço registra 69 casos confirmados para a Covid-19. Além disso, mais 482 notificações estão em investigação. Um aumento de seis casos foi registrado nas últimas 24 horas. Além das duas crianças, Volta Redonda tem mais três mulheres, de 34, 42 e 27 anos, infectadas. Segundo o prefeito, 60% dos pacientes confirmados são do sexo feminino.

Dados da secretaria de Saúde registram também três mortes por conta do vírus e outros quatro óbitos suspeitos aguardando resultado dos exames. O prefeito Samuca fez um alerta de que, se Volta Redonda mantiver a média de 14% de confirmados de todos os casos suspeitos, a cidade pode chegar a mais de 100 pessoas contaminadas.

“Cerca de 14% dos exames estão dando confirmados. Desses 482 casos suspeitos, se mantivermos a média, podemos chegar a ter 120 casos de pessoas contaminadas pela Covid-19. Isso é preocupante, principalmente porque muitos podem ser assintomáticos. Por isso, a importância de se ficar em casa”, disse.

Samuca voltou a pedir à ajuda da população e reiterou que a situação está longe de ser resolvida. “Acredite, não vencemos nada ainda. Preciso que a população entenda. Fiquem em casa. Só saia em extrema necessidade. Estamos trabalhando para diminuir a possibilidade de contágio. Estou pensando na população, mas preciso da colaboração de todos”, completou.

O secretário de Saúde, Alfredo Peixoto, ainda destacou que a cidade está preparando a rede de saúde pública para caso sejam necessárias internações. “Ainda lembro que temos quatro unidades básica de saúde (249, Volta Grande, São João e Vila Mury) funcionando de segunda a sexta até às 22 horas. São unidade referenciadas e, caso estejam com sintomas da Covid-19, devem procurar uma delas. Também criamos o Centro de Doenças Respiratórias, em parceria com Hinja, Unimed e governo do estado, que funciona de segunda a sexta, das 8 às 17h, no Retiro”, enumerou.

Pacote

O prefeito Samuca Silva adiou o anúncio do pacote de medidas que pretende tomar para enxugar a máquina pública e cortar despesas. A proposta, discutida com a equipe técnica do governo, visa preparar a cidade para a consequente queda de arrecadação com a crise da Covid-19.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui