O prefeito de Volta Redonda, Samuca Silva (PSC) declarou em transmissão ao vivo nas redes sociais, na tarde desta segunda-feira (dia 4), que o município aplicará uma multa, a partir da próxima semana, ao cidadão que sair às ruas sem máscara de proteção.

Samuca relatou que já nesta segunda-feira (dia 4), foi possível observar uma mudança positiva no comportamento da população em relação ao uso da máscara, mas, segundo ele, os cidadãos que desrespeitarem as medidas de prevenção, serão multados. O valor da multa ainda não foi divulgado.

Cinturão de proteção

Samuca aproveitou a transmissão para comentar a polêmica a respeito das barreiras nas entradas do município. “Pessoas estão me chamando de “tranca-rua”, mas se for para salvar vidas, podem me chamar do que quiser”, disse.

A meta do cinturão, de acordo com o prefeito, foi alcançada. “Hoje pela manhã, muita gente que queria entrar sem motivos em Volta Redonda, foi impedida. Por isso as filas tão grandes. Não queremos ninguém a passeio”, concluiu

Números da Covid-19

Até o momento, Volta Redonda tem 507 casos confirmados e 1343 suspeitos, número este, que representa um crescimento de 2,99% neste índice, número abaixo dos 5% estipulados no acordo entre prefeitura e Ministério Público para a reabertura do comércio.

A ocupação nos leitos hospitalares municipais permanece dentro dos parâmetros determinados no estudo técnico. Atualmente, 17% das UTIs e 8% do Hospital de Campanha estão ocupados. A Cidade do Aço permanece com 15 óbitos. 289 pessoas já estão curadas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui