Foi identificado como Paulo César Dinelli Maia, o “Paulinho Siri”, de 56 anos, o homem assassinado na manhã desta terça-feira (dia 26), no bairro Retiro, em Volta Redonda. O homicídio ocorreu nas proximidades da Escola Municipal João Pio de Abreu, na Rua Reverendo Israel Vieira Ferreira.

A vítima usava uma tornozeleira eletrônica. Siri foi preso em novembro de 2015 pela Polícia Federal. Ele foi um dos alvos da Operação Cocite, realizada em dezembro de 2014 pela PF, mas, naquela ocasião – em que foram presas 17 pessoas, entre elas oito policiais civis – os agentes não o encontraram.

Siri acabou sendo preso quase um ano depois, no Moinho de Vento, em Barra Mansa. Segundo a PF divulgou na ocasião, ele estava na casa do sogro. Siri teve a prisão ordenada pela Justiça numa investigação sobre tráfico de drogas. Ele era suspeito de tráfico de drogas e associação à organização criminosa.

Segundo uma testemunha relatou a policiais militares, um homem usando com touca ninja surpreendeu a vítima.

*Com informações do Foco Regional

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui