O juiz da 6ª Vara Cível de Volta Redonda, André Aiex Baptista, homologou, na tarde desta quarta-feira (dia 10), o novo acordo de flexibilização das atividades, realizado entre a prefeitura e o MPRJ. A informação foi divulgada pelo prefeito Samuca Silva (PSC).

O novo acordo possibilitará, já a partir de amanhã, uma série de alterações no funcionamento das atividades do município. Apesar da abertura de diversos setores, prefeitura, Justiça e MPRJ ainda não chegaram a um consenso com relação a flexibilização das academias.

Igrejas

Os cultos presenciais poderão retornar, com uma duração máxima de uma hora e com uma série de medidas para a proteção dos fiéis, como por exemplo, realização de cultos com no máximo 30% de ocupação dos templos e igrejas, distância de um 1,5 m entre os frequentadores. Ficam vetados os tradicionais “abraços da paz” e outros ritos que necessitem contato. Menores de 10 anos e maiores de 60 anos ainda não poderão frequentar as celebrações. O uso de máscara segue como obrigatório

Feira-livre

A partir desta quarta-feira (dia 10), barracas de outros gêneros, como venda de roupas e sapatos, poderão funcionar, mas com as devidas regras e restrições. Fica proibida a venda e consumo de bebidas alcoólicas na feira, assim como o consumo de alimentos no local, que poderão ser vendidos apenas para o cliente comprar e consumir em casa. O horário da feira-livre está fixado de 6h às 14h.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui