A Nissan, em Resende, determinou o fim de um turno na fábrica e demitiu 398 funcionários nesta segunda-feira (dia 22). Segundo informações publicadas pelo site da CNN, a decisão já foi comunicada aos funcionários e ao sindicato e acontece em função da queda nas vendas de veículos provocada pela pandemia de Covid-19, o novo coronavírus.

O jornal Folha do Aço apurou que as cartas de demissões foram entregues na casa de cada funcionário.

O corte é equivalente a 16% do quadro total de colaboradores da companhia no Brasil. A fábrica volta a funcionar na quarta-feira (dia 24), já que o prazo da empresa de adesão à medida provisória do governo, que encerrou contratos, terminou na última sexta-feira (19).

Ainda segundo informações da CNN, os trabalhadores teriam direito a dois meses de estabilidade, mas a empresa preferiu indenizá-los por esse período, o que é permitido pela legislação. Antes da decisão, a Nissan avaliou que não valia a pena que esses funcionários voltassem à empresa, pois não havia volume o suficiente a produzir.

Foto: Reprodução da internet

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui