A líder comuntária, Alice Colina, de 64 anos de idade, será a pré-candidata a vice-prefeita na chapa comandada por Baltazar (PSD). A escolha do nome foi divulgada por integrantes da legenda na tarde desta quarta-feira (dia 16), onde Baltazar falou sobre a importância da mulher na sociedade, principalmente, no período pós-pandemia de Covid-19.

“Caminhar ao lado de Alice é estar olhando mais a frente com muita responsabilidade, uma vez que nossa cidade, assim como o mundo, vai precisar de pessoas experientes para nos tirar da crise econômica e social “, disse Baltazar. “Devemos amar ao próximo como a nós mesmos”, concluiu defendendo a importância da família e do trabalho conjunto”, acrescentou o pré-candidato lembrando a importância da união social, ocorrida em Volta Redonda, após a privatização da CSN. “Naquele momento precisávamos de uma cidade que caminhasse unida e como então prefeito, na ocasião, fui às ruas juntando diversos setores que pudessem garantir a estabilidade emocional das pessoas que temiam por seus empregos”.

Baltazar falou ainda da importância da mulher no processo de reconstrução de Volta Redonda. “A sensibilidade feminina, a força, o poder de agregar, são características das mulheres que, não medem esforços, para manter uma família unida”.

Alice é lider comunitária e voluntária, há mais de 20 anos, na Pastoral da Criança. “Nossos jovens e adolescentes estão mais inseguros do que nunca e precisamos estar unidos, fortes e termos experiência para sabermos lidar com o futuro deles”, disse Alice, afirmando que o foco será garantir o bem estar social das famílias, garantindo ainda que, esta faixa etária, que são os jovens, saíam do processo de vulnerabilidade.

“Eles são o nosso futuro e, mais do que nunca, estão sofrendo com as consequências da pandemia e precisam de um olhar especial, um olhar de atenção e, principalmente, de amparo por pessoas compromissadas com essa faixa etária.”

Prioridades

Baltazar e Alice anteciparam algumas prioridades para o projeto de reconstrução defendido pela chapa. Um deles é garantir o acesso à saúde pública, com investimentos em tecnologia, facilitanda a vida do usuário e dos profissionais. “Hoje podemos utilizar uma série de recursos, com ferramentas baratas e tecnológicas que vão permitir, por exemplo, a marcação de uma cosulta em tempo real, mas pra isso, como médico sei, que precisamos, antes, reestruturar a nossa saúde, garantindo aos profissionais condições de trabalho digno e salário justo”.

O pré-candidato defendeu ainda a interação da família e escola, incentivos a geração de novos negócios, levando em consideração a vocação da cidade.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui