“As escolas são o cartão de visita de uma cidade”. Com esta frase, o candidato à prefeito de Volta Redonda pelo PSD, Baltazar, define aquela que é uma de suas prioridades caso eleito: a valorização e capacitação dos professores e profissionais da educação. Para Baltazar, que durante muitos anos lecionou matemática na rede pública de ensino, a pandemia de Covid-19 mostrou novas fragilidades da educação municipal.

“Ficou muito claro que a nossa educação carece de incentivos ao uso da tecnologia. A plataforma online apresenta diversos erros que atrapalham professores e alunos. É necessário discutir com os profissionais da educação e a sociedade civil a plataforma educacional a ser adotada pelo município nos próximos anos. Além disso, devemos informatizar os processos da administração escolar, com o auxílio de um software que mantenha uma constante organização administrativa”, disse o candidato

No pós-pandemia, Baltazar acredita que a educação exigirá ainda mais de seus profissionais, mas, segundo ele, professores e todos os envolvidos no funcionamento das escolas devem ter garantias de remuneração e bem-estar. “Os professores e profissionais que movimentam as escolas foram muito cobrados nesse período, mas se viu pouca preocupação com a saúde física e mental deles. Além disso, a pandemia colocou lutas antigas da classe em segundo plano, como o estudo para aplicação dos PCCs. Por isso, quando a sociedade voltar a uma normalidade, é necessário ouvir todos os envolvidos no processo educacional”, ressaltou.

Baltazar ressalta que para melhorar a educação municipal, é necessário um programa de escuta ativa nas comunidades, a fim de alinhar a compra dos materiais didáticos com as reais necessidades educacionais de Volta Redonda. Outro desejo do candidato é a ampliação gradual de vagas de creches e escolas em tempo integral. “Precisamos identificar a realidade dos bairros e, a partir disso, pensar com prudência nos materiais a serem adquiridos e ampliar a oferta, respeitando as limitações orçamentárias, de vagas de creches e escolas em tempo integral, uma demanda antiga no nosso município”, completou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui