A Polícia Civil do Rio deflagrou nesta quinta-feira (dia 15) a Operação Link, contra o braço financeiro do Comando Vermelho, a maior facção do tráfico do estado. Em um ano, o esquema movimentou R$ 20 milhões, segundo a polícia. Agentes saíram para cumprir oito mandados de prisão e 30 de busca e apreensão no Rio de Janeiro, São Paulo, Paraná e Mato Grosso do Sul.

A Justiça também determinou o bloqueio de R$ 12 milhões nas contas de suspeitos e o sequestro de bens. Segundo as investigações, o dinheiro decorrente da venda de drogas era depositado em espécie em agências bancárias, muitas dentro das próprias favelas dominadas pelo Comando Vermelho, e em chamadas “contas de passagem”.

Os depósitos variavam de R$ 2 mil a até R$ 80 mil reais. Em seguida, o dinheiro era repassado para suspeitos de São Paulo, Paraná e Mato Grosso do Sul. No esquema, foi identificada a participação de moradores de comunidades de Japeri, São Gonçalo, Cabo Frio e Volta Redonda.

A polícia informou ainda que, ao longo da investigação, ficou comprovado que os suspeitos não apresentavam justificativa financeira e econômica para a movimentação de quantias tão altas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui