O descaso com os servidores públicos de Volta Redonda foi criticado pela candidata a prefeita Cida Diogo (PT), em vídeo publicado nas redes sociais, na última sexta-feira (dia 23). A petista esteve em frente à garagem da prefeitura, no bairro Aero Clube, onde conversou com os trabalhadores, ouviu as demandas e apresentou as propostas da chapa.

“O funcionário público de Volta Redonda está sendo muito maltratado. Nós não podemos aceitar essa situação de pagamento dividido no mês, de atraso dos seus direitos, de não reconhecimento da importância desses funcionários para a população da nossa cidade”, manifestou Cida Diogo, ao lado da candidata a vice-prefeita, Nena Düppré (PV).

Uma das principais propostas apresentadas no plano de governo da coligação “A Esperança de Volta” é o planejamento e implantação do tão esperado Plano de Cargos, Carreiras e Salários (PCCS). Para isso, Cida afirma que o PCCS será construído com abertura à ampla discussão de profissionais de cada categoria e respectivos sindicatos.

“Uma administração séria como eu já fiz lá trás, na Secretaria de Saúde, respeitando e valorizando os funcionários, é isso que a gente quer fazer chegando à prefeitura”, sintetizou a candidata do PT, que no passado implantou a Gratificação por Incentivo Desempenho (GID) aos profissionais da secretaria. E como prefeita afirma que irá resgatar esse reconhecimento.

E outra proposta, ligada à essa, é a valorização e fortalecimento dos profissionais, através da criação da Mesa Municipal de Negociação Permanente. O que, segundo ela, será um vínculo entre trabalhadores e gestores e, assim, será garantida a possibilidade de estender esta gratificação a todos os demais servidores públicos municipais.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui