Família, família, negócios à parte. Na teoria, essa deveria ser a tônica de qualquer ambiente profissional, inclusive na política. Mas em Vassouras, na região Sul Fluminense, o prefeito eleito para o segundo mandato, Severino Dias (DEM), parece querer manter tudo em casa. Ele nomeou a esposa, Carolina Coelho de Almeida, e a sogra, Rosa Maria Coelho de Almeida, para comandarem secretarias no município. A informação foi revelada em reportagem do RJ2 da TV Globo, na quinta-feira (dia 7).

A esposa do prefeito assumiu a pasta de Integração de Políticas das Mulheres, e sua sogra, comanda a secretaria de Assistência Social, cargo que já ocupa desde a primeira gestão de Severino, iniciada ainda em 2017. Em seu discurso de posse, o prefeito criticou “aqueles que querem ser sustentados pelo Estado e que acham que o Estado é cabide de empregos”.

“Que possamos ter realmente o espírito de servir ao Estado, ao governo. Muitas vezes é o contrário. A gente quer ser sustentado pelo Estado, viver um cabide, mas as coisas não são assim”, afirmou durante o discurso. Severino, que contradisse seu próprio discurso de posse com a nomeação de seus parentes, já havia elogiado à sogra em suas redes sociais. “Uma mulher de personalidade forte e pulso firme que assume um papel à frente da Secretaria de Assistência Social”, justificou na ocasião.

Como se não bastasse incluir esposa e a sogra no secretariado, o prefeito ainda nomeou seu primo, Felipe Barros Nogueira de Paula, como diretor-executivo do Fundo de Previdência Municipal. No dia 16 de novembro, um dia após Severino ser reeleito, Felipe fez juras de amor ao primo, através de uma rede social. “Quero expressar minha gratidão por cada voto conquistado, por cada palavra de carinho e de esperança. Parabéns meu primo, Severino Dias Deus te honrou. Eu te amo e obrigado por tudo”, disse Felipe.

Ainda na esteira da nomeação de familiares, Wanderson Valerio Ribeiro Freitas, marido da vice-prefeita Rose Freitas (DEM), assumiu a secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turístico. Já a professora Magda Sayão, irmã do presidente eleito da Câmara de Vereadores, José Maria Cepute (PSD), também ganhou uma pasta para chamar de sua no Poder Executivo. Ela foi nomeada como secretária de Educação.

Até a publicação desta nota, a prefeitura de Vassouras não havia se manifestado oficialmente sobre o caso. Foto: Reprodução/Redes sociais

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui