A prefeitura de Volta Redonda, em parceria com o Rotary (Rotary Volta Redonda, Rotary VR Norte, Rotary VR Leste) e a Casa da Amizade, realizam neste domingo (dia 24), na Praça Brasil, o “Descarte Solidário de Resíduos Elétricos e Eletrônicos”. O evento, que está em sua sexta edição, ocorrerá das 9h às 15h na Praça Brasil, na Vila Santa Cecília, e tem como objetivo recolher materiais eletrônicos e até eletrodomésticos para serem vendidos. O dinheiro será doado a instituições sociais da cidade.

O descarte será feito no sistema “drive-thru”, não precisando que o condutor desça do veículo para fazer a entrega. Participam da ação as secretarias municipais de Meio Ambiente (SMMA), Infraestrutura (SMI) e Guarda Municipal, que dará apoio aos motoristas. Uma equipe de voluntários fará a retirada do material que será colocado em uma caçamba instalada no local.

Segundo o diretor do Rotary Volta Redonda e um dos organizadores do descarte solidário, Anderson Oliveira, a meta desta edição é arrecadar de 10 a 12 toneladas de lixo que serão vendidos e o dinheiro doado para instituições sociais da cidade.

“Este trabalho em benefício das entidades começou em abril de 2018 e normalmente o fazemos duas vezes ao ano, aqui, e em outras cidades da região. Nós já conseguimos mais de 200 toneladas em 16 edições, que viram recursos financeiros para as entidades”, falou.

Oliveira agradeceu o apoio recebido da prefeitura de Volta Redonda através das secretarias municipais e ressaltou a importância que o projeto ganhou, chegando no dia 4 de março a Queimados, na Baixada Fluminense.

“É uma forma que encontramos para que esses produtos que estão sem uso dentro de casa não sejam jogados de forma irregular no meio ambiente, causando poluição”, afirmou, lembrando que o “Descarte Solidário” é uma atividade que atende ao Plano Diretor de Resíduos Sólidos – legislação que visa facilitar o descarte e a transformação desses materiais em recursos e rendas para as instituições, evitando a contaminação ambiental.

Para o secretário municipal de Meio Ambiente, Miguel Arcanjo, a ação é muito positiva, envolvendo toda a sociedade, podendo atrair empresas especializadas que trabalham com este tipo de material e também estimulando a população a fazer o descarte de forma correta.

“O Anderson, do Rotary, promove anualmente este descarte solidário e tem o nosso total apoio. Favorece o meio ambiente ao evitar o descarte irregular de resíduos e contribui com as entidades, envolvendo toda a sociedade”, enfatizou Arcanjo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui