O deputado federal Delegado Antonio Furtado e o deputado estadual Marcelo Cabelereiro, estiveram no Palácio da Guanabara, no Rio de Janeiro, para conversar com o secretário de Governo do Estado, Cleiton Rodrigues, sobre a implantação do programa “Segurança Presente” nas cidades do Sul Fluminense. A intenção é reivindicar a instalação das unidades nas cidades de Volta Redonda e Barra Mansa. Também participaram do encontro o ex-prefeito de Volta Redonda, Gotardo Neto, o secretário de Segurança Púbica de Volta Redonda, Antônio Jorge Goulart, e o assessor do prefeito de Barra Mansa, Paulo David.

“Segurança pública se faz com parcerias. Sabemos que o programa “Segurança Presente” reduziu em 90% os roubos nas áreas onde foi implementado. Por isso entendemos a necessidade de cobrar que a implantação no Sul Fluminense aconteça o quanto antes.  Hoje viemos realizar um plano de trabalho para definir como esse programa funcionará nas duas cidades. Será um importante reforço contra o crime na nossa região” explicou o deputado federal Delegado Antonio Furtado.

A princípio o programa seria implantado primeiro em Volta Redonda, como um piloto, para depois expandir para as demais cidades. Entretanto, Barra Mansa também fará parte da primeira parte do programa e integrará o projeto no Sul Fluminense. A decisão se deu por levar em conta os locais de maior ocorrência de crime e o bem estar da população.

” Nada é fácil, vivemos tempos de crise, mas não podemos desanimar. Nosso objetivo é evitar que os crimes aconteçam, com uma polícia de proximidade e mais amiga do cidadão” falou o deputado estadual Marcelo Cabelereiro.

Com o programa “Segurança Presente” a intenção é criar patrulhamentos de policiais em períodos de 8 horas, todos os dias da semana, em modelo semelhante ao adotado na capital. Os agentes de segurança serão divididos em duplas de policiais a pé, de moto ou bicicleta,  além de circularem em viatura personalizada do programa. Serão, no mínimo, 10 agentes fixos, de acordo com o perfil da área policiada.

” Os policias do segurança presente são especialmente preparados para o patrulhamento nas ruas e se mostraram merecedores da confiança da população. O resultado positivo dessa ação pode ser traduzido pelo aumento no número das prisões e  também pela sensação de segurança ” explicou o secretário de Governo do Estado, Cleiton Rodrigues.

A mudança no projeto inicial de ter apenas Volta Redonda como piloto para depois expandir o Segurança Presente para os outros municípios pode aumentar o valor necessário para custeio das atividades. Para isso foram destinados, pelo deputado federal Delegado Antonio Furtado, recursos em emendas parlamentares para arcar com os custos de um ano de atividade.

“Consegui uma verba de R$1 milhão em Brasília para ser investida na segurança. Acredito que o dinheiro público tem que ser bem empregado. Antes usaríamos para instalar o programa apenas em uma cidade, mas agora, mesmo que seja necessário trocar as viaturas por bicicletas ou moto, o objetivo é atender Volta Redonda e Barra Mansa. Por serem cidades vizinhas, combatendo os bandidos de uma, a outra também se beneficia. Queremos o mesmo que a população: polícia na rua” detalhou o deputado Antonio Furtado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui