O Prefeito de Volta Redonda Samuca Silva (PSC), adotou novas medidas preventivas após dois casos de coronavírus serem confirmados no município. Em pronunciamento numa rede social na tarde deste sábado (dia 21), Samuca, acompanhado do Secretário de Saúde, Alfredo Peixoto, anunciou os novos protocolos de contingência, que restringem ainda mais à circulação da população.

Uma das principais medidas foi o cancelamento da Feira Livre, que chegou a funcionar neste sábado (dia 21), apenas com barracas de gêneros alimentícios, mas que a partir deste domingo (dia 22), será suspensa.

O setor do transporte público, que chegou a sofrer com boatos a respeito de uma interrupção total em sua circulação, também foi alvo das medidas anunciadas pelo prefeito. Segundo Samuca, os ônibus deverão circular apenas com passageiros sentados e com uma distância mínima de dois metros entre cada ocupante.

Restaurantes, bares e lanchonetes que teriam que reduzir em 30% seu horário de funcionamento, agora só poderão trabalhar com serviço de delivery. Ainda de acordo com o prefeito, farmácias, postos de gasolina e mercados, que estavam autorizados a funcionar em horário normal, deverão fechar as portas às 20h, a partir da próxima terça-feira (dia 24).

De acordo com Samuca, os dois pacientes infectados pelo Covid-19, apresentam um quadro estável, e estão em isolamento domiciliar, sendo monitorados pela Secretaria de Saúde. O prefeito reforçou o apelo para que a população fique em casa. “É preciso entender que o momento é de seriedade. Peço que a população não saia de casa. A próxima semana é decisiva em relação ao número de contágios do coronavírus”, completou Samuca.

Até o momento, Volta Redonda apresenta um número de dois casos confirmados, 99 suspeitos, e outros 25 descartados.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui