O governo federal destinou a Volta Redonda, até esta segunda-feira, dia 20, o valor de R$ 1.289.642,67 referente ao Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb). O repasse para o Fundo Municipal de Educação teve uma redução de R$ 5 milhões do que a previsão para o mês de abril.

Segundo informações da Secretaria Municipal de Educação (SME), o repasse de recursos do Fundeb varia, mensalmente, entre R$ 5,8 milhões e R$ 6,5 milhões. “Esse valor é pago de acordo com a quantidade de alunos que nossa rede municipal conta. Hoje (segunda) foi o último dia do depósito do Fundeb e nos surpreendeu o valor transferido, já que a projeção não era essa. Estamos entrando em contato com o Fundo para buscar mais informações”, disse a secretária de Educação, Rita Andrade.

O Fundeb é usado para folha de pagamento dos profissionais de educação, investimentos em estrutura física, limpeza de unidades e aquisição de materiais pedagógicos. “Temos um programação anual e, em cima disso, fazemos nosso planejamento de fluxo financeiro. Essa diminuição no repasse atrapalha esse planejamento, já que foi um corte sem aviso. Mas vamos vencer mais esse desafio e manter a qualidade no ensino dos nossos quase 40 mil alunos”, ressaltou a secretária de Educação.

O prefeito Samuca Silva, por sua vez, disse acreditar que os valores transferidos através do Fundeb não terão mais cortes. “Não acredito que o Governo Federal vai punir a educação por conta da pandemia da Covid-19. Ainda acredito na sensibilidade do governo federal”, comentou Samuca.

1 COMENTÁRIO

  1. Mentira! Jornalismo responsável apura os dados. Veja nas fontes federais (https://www42.bb.com.br/portalbb/daf/beneficiario,802,4647,4652,0,1.bbx) que o repasse no último mês foi de R$9.207.915,32. E no ano ele variou entre 14 e 10 milhões. Façam jornalismo de verdade e parem de acreditar em tudo que os políticos falam. Apurem e no mínimo façam uma matéria de retratação da informação. Caso contrário não podem ser chamados de veículo de comunicação e sim de desinformação e fake news.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui