A Vigilância Sanitária de Volta Redonda aprendeu 148 medicamentos que estavam sendo vendidos indevidamente por um aplicativo de comércio de alimentos online. Além de ter os medicamentos apreendidos, o supermercado que vendia os remédios, foi multado. De acordo com a equipe da Vigilância Sanitária, a irregularidade foi descoberta através de denúncias. O material estava em um depósito e será totalmente descartado pela equipe.

A chefe da Seção de Fiscalização Sanitária do município, Marlisa Portugal, explicou que a prática de venda de medicamentos como estava sendo feita é totalmente irregular. “A venda de medicamentos em estabelecimentos que são autorizados apenas a comercializar alimentos, é proibida e coloca a saúde da população em risco”, comentou.

A farmacêutica Marissol Mattos complementou frisando que “a venda de medicamentos é exclusiva de farmácias e drogarias e deve ser acompanhada integralmente por um farmacêutico, responsável técnico”, disse.

Dentre os medicamentos recolhidos estavam analgésicos, xaropes, colírios, medicamentos para tireoide, anti-inflamatórios, antibióticos, antialérgicos, anticoncepcionais, antiácidos, relaxantes musculares e medicamentos para gases, hipertensão, diabetes e enxaqueca.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui