A Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil de Volta Redonda (COMPDEC) interditou no domingo (dia 23), as residências que se encontram em situação de risco iminente, nas ruas 28 de Maio e da Conquista, no bairro São Sebastião. A localidade já vinha sendo acompanhada por equipes da Defesa Civil e da Secretaria Municipal de Ação Comunitária (Smac), que voltaram ao local no sábado (dia 22), para interdição. Com a recusa dos moradores em deixar os imóveis, o caso foi relatado à justiça, que expediu uma ordem judicial determinando a desocupação das residências ainda neste domingo.

A equipe da Defesa Civil identificou risco de deslizamento de terra, que pode afetar cerca de 20 imóveis. De acordo com a avaliação feita pelos técnicos, o talude de aproximadamente 70 metros de altura apresenta erosão, solo desagregado, degrau de abatimento, trincas e rachaduras no solo, que não tem cobertura vegetal, além de parte de uma canaleta de escoamento de águas pluviais danificada.

O coordenador da Defesa Civil, Leandro Rezende, explicou que os moradores se recusaram a deixar as residências e, como o cenário é de alto risco, com a possibilidade de deslizamento de terra, a justiça determinou que a interdição fosse cumprida. “Nós fomos até o local no sábado para fazer a interdição, mas houve uma recusa da parte dos moradores em acatar a decisão e a assistência da Smac. Nós tivemos que informar a justiça porque a situação no local é muito séria”, explicou.

De acordo com o relatório enviado pela equipe, a justiça determinou que os moradores desocupem os imóveis até que a área seja declarada segura pela Defesa Civil do município, sob pena de multa de R$ 10 mil para cada morador que descumprir a decisão.

A Smac está fazendo o acompanhamento das famílias e prestará todo o auxilio necessário.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui