Como parte das comemorações aos 29 anos do Colégio Prof.ª Delce Horta Delgado, celebrado no último dia 20, a Fevre (Fundação Educacional de Volta Redonda) promove nesta semana uma série de atividades para os alunos. Na manhã desta terça-feira (dia 21), os estudantes puderam conferir no saguão de entrada da unidade, no bairro Aterrado, uma exposição de fotos com imagens antigas e atuais de diversos pontos simbólicos do município.

A aluna do 7º Ano do Ensino Fundamental, Lara Marcele Arcanjo Viana, de 12 anos, conferiu a exposição e se mostrou surpresa com as mudanças da cidade ao longo dos anos. “Gostei mais das fotos do Escritório Central, da Vila Santa Cecília, da Praça Juarez Antunes. Antes, os lugares eram um pouco feios, mas mudou muito. A Vila melhorou muito. Agora está bem mais bonita”, contou a estudante, que é moradora do bairro São Sebastião.

“Esse projeto vem resgatar a história de Volta Redonda, fazendo o paralelo do passado com o presente, dentro de uma abordagem cotidiana, do que os alunos vivenciam hoje, indo ao encontro da proposta educacional e cultural do governo Samuca Silva”, explicou o presidente da Fevre, Waldyr Bedê.

A exposição conta com fotografias foi montada pelo fotógrafo Jacy Menezes, que refotografou 24 pontos de Volta Redonda para fazer o comparativo com as imagens antigas. “A juventude está vendo nessa exposição, como iniciou o povoado de Volta Redonda. Está sendo bem recebida, porque eles estão vendo como era, como é, e como será, porque Volta Redonda evoluiu muito e continua crescendo”, contou o fotógrafo, que esteve no colégio nesta terça-feira.

A diretora da unidade escolar, Elisângela Ananias, explicou que as fotografias foram escolhidas e os alunos do 9º Ano do Ensino Fundamental realizaram uma pesquisa sobre as fotos. “Na próxima quinta-feira teremos uma apresentação teatral aqui no colégio, durante o intervalo. Além de comemorar o aniversário da escola, essas atividades servem para que os alunos percebam mais o que acontece dentro da escola. E a exposição ‘Volta Redonda ontem e hoje’ ficará disponível até o fim deste mês”, afirmou a diretora.

De acordo com o prefeito Samuca Silva, é importante esse trabalho de resgatar a memória de Volta Redonda e mostrar aos jovens um pouco da origem e do crescimento da cidade. “Eles aprendem sobre a história da nossa cidade e isso contribui para a formação de bons cidadãos. São pequenas ações que integram e valorizam nossos estudantes. Em paralelo a essas atividades, estamos investindo em melhorias para a educação, como construção e reforma de escolas, implementação de laboratórios de informática em 57 unidades, além de valorizar os professores que, em breve, poderão ter seus salários equiparados ao Piso Nacional do Magistério. O recurso virá de contrato com uma instituição financeira que fará a cobrança da dívida pública (inscritas em Dívida Ativa)”, afirmou o prefeito.

Foto: SecomVR

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui