Sonhando em proporcionar uma melhor condição de vida à família, Leandro de Lima Coelho, de 35 anos, resolveu encarar o desafio de atravessar o Atlântico para recomeçar a vida em um novo país. Em agosto deste ano, o morador do bairro Santa Cruz, em Volta Redonda, desembarcou em Portugal com a esposa e dois filhos, onde hoje enfrenta uma dupla jornada de trabalho, como milhares de imigrantes brasileiros.

A jornada de Leandro Coelho em terras lusitanas começa cedo, numa empresa de construção civil. No final do dia, a luta prossegue, mas desta vez em outro piso: dos tatames. O ex-mecânico de manutenção da CSN há 10 anos é atleta de jiu-jitsu. O esforço dele vem sendo recompensado com conquistas de títulos. O mais recente foi na categoria Super Pesado do Lisboa Internacional Open 2019, disputado dia 28 de setembro no ginásio Casal Vistoso.

Para seguir disputando competições de alto nível na Europa, o lutador que foi aluno do mestre Paulo Wesley Lopes, um dos precursores do jiu-jitsu no Sul do Estado, ainda depende de apoio financeiro para custear inscrições, viagens e a manutenção de treinamentos. A ideia é sensibilizar empresários de Volta Redonda a investirem no atleta. Os interessados podem fazer contato pelo e-mail leandro.coelhomec@gmail.com. Enquanto isso não acontece, Leandro Coelho, que é faixa roxa, segue conciliando o trabalho na construção civil com a rotina intensa de treinamentos.  

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui