A investigação do Ministério Público contra o prefeito de Barra Mansa, Rodrigo Drable (DEM), teria sido motivada por uma propina oferecida ao vereador Gilmar Lelis (PRTB). Segundo o parlamentar, a proposta seria de R$ 30 mil, mais vantagens na campanha eleitoral, para que votasse a favor da aprovação das contas do município, referentes ao ano de 2018, que receberam parecer prévio contrário do Tribunal de Contas do Estado (TCE-RJ). A maioria dos vereadores votou a favor da aprovação, livrando Drable de se tornar inelegível.

Na manhã desta terça-feira (dia 14) o MPRJ e a Polícia Civil foram às ruas para cumprir 11 mandados de busca e apreensão em endereços ligados ao prefeito, parlamentares, e também ao coronel da PM, Jorge Ricardo da Silva, que atualmente possuí um cargo comissionado na prefeitura. No começo da manhã, equipes foram a casa de Drable, à Câmara de Vereadores e a prefeitura.

Vídeos gravados por Gilmar Lelis e divulgados pela rede Globo, comprovariam a tentativa de pagamento de propina. Num desses vídeos, aparece o vereador Zélio Show. “Ele vai te dar “trinta real”, mais uma ajuda na campanha, Lelis”, diz Zélio, que completa. “Na campanha ele vai dar mais”, se referindo ao prefeito Rodrigo Drable.

Em outra gravação, é possível ouvir a voz do próprio prefeito, que confirma a proposta de Zélio Show. “O que ele conversou, está de pé, irmãozinho”, teria afirmado Drable, que prontamente foi respondido por Lelis: “Rodrigo, eu não quero nada que é seu, entendeu?”

Além dos 11 mandados de busca e apreensão, o Juízo determinou o afastamento dos denunciados de suas funções públicas, por meio de medida cautelar requerida pelo MPRJ a partir de solicitação da Coordenadoria de Investigação de Agentes com Foro (Ciaf). Com o afastamento do prefeito, quem assume é a vice, Professora Fátima Lima.

Até o momento, as defesas de Drable, Zélio Show e Paulo Chuchu não se manifestaram, bem como a Prefeitura de Barra Mansa e a Câmara de Vereadores.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui